REGRA 5 - ÁRBITRO PRINCIPAL

REGRA 5 - ÁRBITRO PRINCIPAL

Um árbitro principal deverá ser designado para dirigir uma partida. Sua função é o exercício dos seguintes poderes que as regras lhe outorgam:

a) Aplicar as regras de jogo do Futsal e decidir sobre qualquer divergência oriunda de sua prática, sendo suas decisões, em matéria de fato, finais e irrecorríveis desde que se relacione com o resultado da partida;

b) Suas funções começam no momento de sua entrada no local onde se encontra a quadra de jogo onde a partida será realizada e termina com a entrega de seu relatório na entidade a que estiver vinculado ou a serviço;

c) Relatar todos os incidentes que ocorrerem antes, durante e após a partida;

d) Terá poder irrestrito para interromper a partida em virtude de qualquer infração às regras; suspender ou terminar a partida por motivos de más condições atmosféricas, interferências de espectadores ou de qualquer outro fato que imponha tal medida, sempre que assim julgar conveniente devendo, neste caso, relatar o ocorrido, com precisão, e observando o prazo estipulado pela entidade sob cuja jurisdição a partida estiver sendo disputada.

e) Advertir qualquer jogador responsável por procedimento irregular ou atitude incorreta e, no caso de reincidência, impedi-lo de continuar participando da partida, devendo, em tais hipóteses, mencionar em seu relatório o nome do infrator e, com exatidão, os motivos da infração;

f) Impedir a entrada na quadra, sem sua ordem, de qualquer pessoa, com exceção dos jogadores participantes e comissão técnica;

g) Paralisar a partida se julgar que algum jogador tenha sofrido uma lesão mais séria, determinando a retirada do mesmo da quadra de jogo tão logo seja possível e reiniciando imediatamente a partida. Se um jogador lesionar-se levemente, não deverá paralisar a partida, quando existe a possibilidade de uma das equipes marcarem um gol, aguardando que a bola saia de jogo e o jogador seja removido, ou se locomova, até o local mais próximo de onde se encontra para deixar a quadra de jogo, sempre com a autorização do árbitro;

h) Se um atleta estiver sangrando deverá solicitar a substituição ou retirada do mesmo para que seja atendido e medicado, sanando-se a irregularidade;

i) Expulsar definitivamente da partida, sem prévia advertência, o jogador responsável por conduta violenta e intencional atentatória a integridade física do seu adversário, seu companheiro de equipe ou qualquer outra pessoa;

j) Expulsar, sem prévia advertência, o jogador, técnico ou treinador ou outra pessoa interveniente da partida, investida das funções de direção ou mando, por atitude atentatória a moral ou por conduta antidesportiva;

k) Dar sinal para o início ou reinicio da partida após as interrupções;

l) Decidir se as bolas colocadas à disposição para a partida atende às exigências das regras oficiais;

m) Discordar e não aplicar propostas para alterar as regras oficiais durante o transcorrer da partida;

n) Nas infrações marcadas cabe somente ao árbitro autoridade para contar em metros, a distância regulamentar, fazendo-se em passos;

o) Inspecionar e aprovar, ou não, os elementos julgados indispensáveis para a realização de uma partida, o equipamento dos jogadores e as condições da quadra de jogo antes ou no intervalo das partidas quando, nesse sentido, for solicitado por quem de direito;

p) Os árbitros podem aplicar cartões amarelos ou vermelhos nos intervalos ou após o término dos jogos, e neste caso, enquanto os jogadores estiverem dentro da superfície do jogo;

q) Também pode expulsar membros das comissões técnicas nos intervalos dos jogos ou então, após o término dos jogos neste caso, enquanto os mesmos estiverem dentro da superfície do jogo, mas sem apresentação do cartão vermelho;

r) Se julgar necessário, podem modificar uma decisão quando se der conta de que tomou uma decisão incorreta, desde que não tenham reiniciado, ou dependendo do caso, terminado a partida;

s) Se constatar que alguma pessoa usou um apito e atrapalhou os atletas no decorrer do jogo, poderá paralisar a partida, reiniciando o jogo com a execução de uma "bola ao chão".

t) Tomará medidas disciplinares contra os membros das comissões técnicas das equipes, que não se comportarem de forma correta e poderá se julgar necessário expulsá-los da superfície de jogo e arredores;

u) Deverá punir sempre a infração mais grave, quando o jogador comete mais de uma infração ao mesmo tempo;

v) O árbitro principal deverá estar no lado oposto ao da mesa de anotações, para o início do primeiro e segundo período e prorrogação, podendo trocar de lado quando julgar necessário e para agilizar o reinicio da partida.

Se o árbitro principal e o árbitro auxiliar, simultaneamente, assinalam uma infração e existe uma discordância na interpretação da regra, prevalecerá à decisão do árbitro principal.

RECOMENDAÇÕES:

a) O árbitro principal deverá fazer antes do início da partida, juntamente com seu auxiliar, anotador e cronometrista, um planejamento sobre a maneira que irão atuar na partida;

b) O árbitro principal deverá estar sempre em sintonia com o anotador, confirmado as sinalizações feitas pelo mesmo, com relação às faltas cometidas pelos jogadores e os cartões aplicados.

c) Os árbitros podem aplicar cartões amarelos ou vermelhos para os jogadores, nos intervalos ou após o término dos jogos, enquanto os mesmos estiverem dentro da superfície do jogo, devendo colocar em seu relatório que a aplicação do cartão aconteceu no intervalo ou após o término do jogo.

d) Para os membros da comissão técnica, os árbitros não devem aplicar cartões e sim mandar se retirarem da superfície de jogo e arredores, informando que estão expulsos, registrando em súmula a expulsão e relatando em relatório apropriado.

COMENTÁRIOS A REGRA:

O árbitro principal e a autoridade máxima da partida cabendo ao mesmo fazer o sorteio com os capitães, efetuando o sorteio através de moeda com desenhos diferentes, nunca com moedas escritas "cara ou coroa" (o garoto das categorias de base às vezes não sabe ler).

Não esquecer que seu relatório é de suma importância, e que os fatos neles mencionados devem ser descritos com realeza e exatidão, nunca se levando em conta o emocional e o pessoal para o mesmo.

Não deixar de examinar as redes, equipamentos dos atletas, bolas e demais equipamentos, se for solicitado por qualquer pessoa envolvida na partida para verificar qualquer equipamento, não deixe de fazê-lo. Se um atleta das categorias menores se contundir, pare imediatamente a partida e deixe o médico ou massagista atendê-lo, às vezes pode ser grave e não somos médicos para decidir se o garoto necessita ou não dos primeiros socorros.

0 comentários:

Postar um comentário